O Grupo de Infecção e Sepsis  - GIS - existe formalmente desde Janeiro de 2003 (DR. nº 23 (supl.) 28/1/03-III série 1968- (6) e (7) e tem como objectivo principal a promoção e divulgação de investigação na área de Infecção e Sepsis.
 
     A actividade do Grupo, inicialmente centrada na organização anual, de um Congresso de Infecção e Sepsis, tem-se diversificado, ao longo dos anos, com a realização regular, desde 2004, de Cursos Teórico Práticos de Infecção e Sepsis, a publicação de uma Revista de Infecção e Sepsis, a promoção de Investigação o apoio a iniciativas  individuais e institucionais nesta área, das quais se destaca a Campanha Para a Presenção dos Antibióticos resultante de uma parceria entre o GIS e a DGS
 
   Uma descrição das actividades do Grupo encontra-se abaixo, podendo cada uma em particular ser acedida através da área principal do Site. O modo de funcionamento do Site, recursos e outras funcionalidades disponíveis podem também ser encontrados, na área principal.
 
 
     A origem do Grupo remonta a 1995 com a formação, no então, Serviço de Medicina I do Hospital de São João, de uma Comissão Organizadora de uma Reunião Anual de Infecção e Sepsis. A Comissão era inicialmente constituída por Conceição Sousa Dias, João Jaime Sá, José Artur Paiva e Teresa Brandão. O 1º Simpósio realizou-se em Março de 1996 tendo como tema Infecção em Neutropénicos.
 
     O interesse, adesão e participação activa de tantos colegas, levaram-nos a continuar a realizar, desde então, anualmente, o evento. Para tal muito contribuíram os seguintes factos: área de escolha dos temas, indo ao encontro da necessidade e do interesse da comunidade médica; participação de líderes de opinião, nacionais e estrangeiros, nas matérias em discussão; debate de experiências de Unidades Nacionais; Comunicações livres; fóruns de participação activa, com discussão viva, em ambiente informal acolhedor e amigo; sessões tipo “Meet the expert”; edição de um livro relativo ao tema do Simpósio contendo pequenas monografias, realizadas pelos participantes convidados.
 
     Realizaram-se 17 Simpósios de Infecção e Sepsis:

     Com o 7º e o 8º Simpósio de Infecção e Sepsis realizaram-se em simultâneo o 1º e o 2º Simpósio de Infecção e Sepsis para enfermeiros.
 
     O 10º e o 16º Simpósio foram organizados em conjunto com um Grupo de peritos Internacional que organiza uma Reunião Anual itinerante Europeia de infecção no doente crítico - "International Symposium on Infections in the Critically in Patient."
   
     O 18º Simpósio de Infecção e Sepsis realiza-se em 27, 28 e 1 de Março no Porto Palácio Hotel
 
     Embora o Simpósio e edição do respectivo livro, sobretudo no início, fossem a expressão mais visível e representassem o clímax da actividade anual do G. I. S., esta não se esgota aí.
 
     
     Formação      


     Cursos de Sepsis e Infecção Grave
 
     Desde 2004 que promovemos e fazemos Cursos Teórico- Práticos de Infecção e Sepsis, agregados ao Simpósio e, ao longo do ano, a convite de Instituições ou de outras Organizações. Este ano, como habitualmente, faremos um Curso pré Simpósio de Infecção e Sepsis.

     Cursos de Via Verde de Sepsis
     
     O GIS tem colaborado de forma regular com a Coordenação Nacinal de VVS na formação hospitalar para a implementação da VVS

     Cursos de Nutrição no Doente Crítico

     O GIS tem também nos últimos anos ministrado de forma regular cursos nesta área.
     Actualmente o GIs tem como responsável pela formação o Dr. Paulo Mergulhão.
 
 
     O Grupo tem editado, desde Março de 2004, um Revista de Infecção e Sepsis. 
     
     Actualmente a Revista tem como Editor-Chefe o Dr, Germano do Carmos
 
     O interesse, entusiasmo e a qualidade indiscutível deste excelentesespecialista tem permitido que desde 2012 tenhamos uma revista publicada regularmente e com a qual. Em Fevereiro de 2012 será publicado o nº 4 da 2ª Série.

     Ficará disponível em breve a possibilidade de submissão de artigos através do site.
 
      Investigação
 
     O envolvimento do Grupo, na investigação na área de infecção e sepsis foi dinamizado sobrtudo pelo Professor José Artur Paiva.
 
     Actualmente o GIS tem como responsável pela investigação o Dr. José Manuel Pereia.

     O Grupo colaborou em vários estudos:
  • Multicêntricos Nacionais
    • SACIUCI (Copromotor)
      • Estudo de Sepsis da comunidade internada em U. C. I., com início em 2006, já encerrado, que teve uma primeira publicação
    • INFAUCI (Promotor)
      • Estudo do impacto da infecção presente no momento de admissão em U. C. I., tendo sido já apresentados resultados preliminares em reuniões científicas, encontrando-se em preparação a análise final para publicação.
 
  • Multicêntricos Internacionais
    • ASPICU (Participante)
      • Estudo de infecção por Aspergillus na UCI, publucado no AM J Respir Crit Care Med.
 
  • Monocêntricos Nacionais
    • Factores de prognóstico e resposta em pneumonia (Promotor)
      • Estudo em curso com resultados preliminares apresentados em reuniões científicas e submetidos para publicação.
 
 
     O Grupo tem ainda participado em trabalhos que visam a implementação a nível hospitalar, de estratégias que resultam de consensos ou reflectem o estado da arte, nos assuntos abordados.
 
     Em 2002, o Grupo promoveu uma Conferência de Consenso Ibérica sobre Diagnóstico e Terapêutica de Pneumonia Grave da Comunidade que foi publicada no Yearbook of Intensive Care Medicine de 2004.
 
     O Grupo patrocinou o Manual de Antimicrobianos do Hospital de São João, elaborado pela Comissão de Antibióticos do Hospital de São João, em 2004.
 
     O Grupo apoiou em 2008, 2009 e 2010, a realização das 1.as, 2.as e 3.as Jornadas Internacionais de Medicina de Urgência do Hospital de São João.
 
     O Grupo tem também apoiado iniciativas individuais, nomeadamente formação, apresentação de trabalhos e deslocações a eventos relevantes, nesta área.
    
    Actualmente a responsável por esta área do Grupo é a Dr.ª Cristina Marujo.
 
 
     O projecto do G.I.S. só tem sido possível graças ao apoio e disponibilidade de todos os médicos, de várias áreas, que nele têm colaborado.
 
     O rigor e a qualidade científica têm sido nossa preocupação constante.
 
     É disso evidência, não só, a crescente participação, nas nossas reuniões e cursos, mas também, o envolvimento de personalidade de relevo na área de Infecção e Sepsis, nos nossos projectos e o apoio de várias Sociedades Médicas Portuguesas – Sociedade Portuguesa de Anestesiologia, Cirurgia, Cuidados Intensivos, Infecciologia, Medicina Interna, Microbiologia – e ainda da Direcção Geral de Saíde.
 
     Todas estas realizações dependem de um Secretariado profissional e eficiente.
 
     Assim se comportaram o Secretariado da Wyeth Lederle Portugal nos primeiros anos e o da Acrópole Lda. durante 10 anos e desde 2013 e actualmente Há Comunicação.
 
     É eterno e sentido o agradecimento que temos por todos quantos apoiaram, colaboraram e participaram, nas nossas actividades, tornando possíveis anteriores e futuras realizações.
 
   Pela Direcção
 
João Jaime Sá
 
EvtKey versão 3.0.0.0 | Licenciado a GIS | Desenhado e Desenvolvido por EventKey | Copyright 2016 GIS