Projecto Nacional de Via verde de Sepsis, apoiado no Grupo de Infecção e Sepsis, ganha 1º Prémio de Boas Práticas sobre Qualidade em Saúde
  
 O Projecto Nacional de Via Verde de Sépsis foi distinguido pela Associação Portuguesa de Desenvolvimento Hospitalar (APDH/Hope & FIH) com o 1º Prémio de Boas Práticas em Saúde, no âmbito do concurso de Boas Práticas sobre Qualidade em Saúde.

 O Hospital de São João, maior hospital do norte, foi pioneiro, a nível nacional, na implementação de um sistema de resposta rápida à sépsis. A chamada ”Via Verde de Sépsis” foi criada em 2008, no Serviço de Urgência e integra, num algoritmo de avaliação e tratamento comum, médicos urgencistas, médicos intensivistas e enfermeiros de urgência. Após a sua criação, verificou-se uma diminuição da necessidade de internamento em cuidados intensivos e redução da morbi-mortalidade pela sépsis. 

Em 2009, a ARS-Norte decidiu estender o processo a todos serviços de urgência da região, criando um sistema regionalizado de avaliação, tratamento e referência. Este ano, a DGS adoptou a iniciativa e transformou-a num objectivo nacional. 

O Grupo de Infecção e Sépsis - HSJ tem sido a entidade formadora e de consultadoria na esmagadora maioria dos hospitais que já implementaram ou vão brevemente implementar o sistema. O GIS-HSJ garantiu a formação de médicos e enfermeiros em cerca de 20 centros nacionais, contribuindo significativamente para o objectivo de ter 25 serviços de urgência com a referida Via Verde até Abril de 2011.

 

Formulário de Candidatura brevemente disponível...

 

EvtKey versão 3.0.0.0 | Licenciado a GIS | Desenhado e Desenvolvido por EventKey | Copyright 2016 GIS